Tube150: os 150 anos do Metrô de Londres

.
Há 150 anos atrás nascia o metrô de Londres. “The Tube“, para os íntimos, é o sistema de transporte subterrâneo mais antigo do mundo.
.
O London Transport Museum planeja comemorar este marco com uma série de eventos durante o ano de 2013. O Tube150 terá sessões de vídeo, aulas de história, uma exposição da pôsteres exibida nas estações do metrô desde 1863 e até passeios em um dos trens a vapor originais!
.
Confira a programação completa aqui.
.
A exposição Poster Art 150 – London Underground’s Greatest Designs vai exibir 150 dos melhores pôsteres comissionados pelo metrô de Londres, que se tornou um pioneiro em apoiar a “arte em pôsteres” e continua até os dias de hoje.
.
A exposição começou este mês e fica aberta até outubro deste ano na sede do museu, em Covent Garden.
.
Confiram alguns dos pôsteres da mostra:
.

 article-2251067-1698423D000005DC-283_470x751 article-2251067-1698425D000005DC-453_470x774 article-2251067-1698427D000005DC-490_964x595 article-2251067-16984215000005DC-264_470x749 article-2251067-16984224000005DC-527_964x706 article-2251067-16984246000005DC-461_470x813 article-2251067-16984254000005DC-615_470x629 article-2251067-16984285000005DC-950_470x754
.

.

.

.
Links:

Mais pôsteres aqui!

Loja online do London Transport Museum especiamente para o Tube150.

Visitem também o site Art on the Underground, o site oficial de arte do metrô de Londres.

.

.
Serviço:
.
London Transport Museum
Covent Garden Piazza
London, WC2E 7BB (mapa)

Catalina Estrada e suas estampas

Colombiana, radicada em Barcelona, a designer Catalina Estrada é uma amante das cores e do folclore latino-americano. Animais, flores e deusas da selva são a maior fonte de inspiração para suas estampas alegres, complexas e ricas em detalhes.

No currículo, Catalina tem colaborações com empresas como Target, Levi’s, Smart, Paul Smith e Coca-Cola. Já fez capas para livros de Paulo Coelho, desenvolve estampas da marca Anunciação, tem almofadas, bolsas, guarda-chuvas e lenços feitos com suas ilustrações e acaba de lançar uma linha de papéis de parede. A moça não para!

~ Anunciação ~

A marca brasileira com sede em São Paulo, na Rua Oscar Freire e com filiais na Bahia, Goiás, Minas e até na Grécia tem ilustrações de Catalina e roupas desenhadas por Maria Elvira Crosara. Vejam 3 imagens da coleção Primavera-Verão 2013. Mais detalhes e outras fotos aqui.

~Papéis de parede ~

Produzidos e distribuidos pela  Coordonné, os papéis de parede de Catalina transformam qualquer ambiente! Confesso que alguns são muito “ousados”pro meu gosto, mas me apaixonei por esse primeiro, achei super delicado!

Aqui no Brasil eles podem ser encontrados na Wallpaper, em São Paulo ou na ByFloor, no Rio. Lá fora eles são vedidos através do site BloomPaper.

~Produtos em geral ~

Em sentido horário: lenço, almofada, guarda-chuva e bolsa. Tudo desenvolvido pela artista. Dica: que tal emoldurar o lenço e transformá-lo em quadro?

Gostaram?

Até o dia 11 de Fevereiro de 2013 está rolando uma exposição com alguns trabalhos de Catalina no Museu de Arte Moderna de Medellín, na Colômbia. Quem estiver com passagens compradas para lá já tem um passeio garantido! As obras estão expostas em uma sala a céu aberto, bem diferente =)

Quer saber mais? Vistite catalinaestrada.com

Imagens encontradas aqui e aqui.

Feira Hippie de Ipanema

Quem conhece a Feira Hippie de Ipanema no Rio de janeiro sabe onde encontrar bons artesanatos, entre bijoux, bolsas de couro, artigos para casa e muito mais, produtos de muita qualidade e bom gosto.

Mas uma das coisas mais legais da Feira Hippie é a parte das artes plásticas, expostas no interior da Praça General Osório.

Os artistas passam por uma seleção rigorosa e fazem prova para conseguir uma licença para apresentarem e venderem suas obras na Feira que acontece todo domingo.

.

O principal tema dos artistas é o Rio de Janeiro.

Confira algumas das obras atualmente em exposição na Feira Hippie:

Almada Ramos

Roberto Gonçalves

José Henrique Lima posa com suas obras

José Henrique Lima
Marcio e Sherley Artes Plásticas

Gilberto Oliveira

O artista Gilberto Oliveira

Pablo Matania

Pablo Matania

Cris Marney

Cris Marney

André Costa

Raphael Medeiros

.

Serviço:

Feira Hippie de Ipanema

Praça General Osório

Ipanema – Rio de Janeiro/RJ

Aberta aos Domigos de 9h às 18h

.

CONTATOS:

Almada Ramos

www.almada.no.comunidades.net

artealmadaramos.blogspot.com

facebook.com/almadaramos.almada

almada.ramos@hotmail.com

(21) 9191-9193

André Costa

www.andrecostanaif.com.br

andrecostaartnaifrj@yahoo.com.br

(21) 3732-2730

Cris Marney

crismarney.webnode.com.br

crismarneyc.blogspot.com.br

(21) 3617-7975 ou (21) 3026-8048

Gilberto Oliveira

gilberto.barreto1@gmail.com

(21) 9424-4119

Marcio e Sherley Artes Plásticas

(21) 2736-7164

Pablo Matania

ernestoaversa@ig.com.br

(21) 2541-1136

Raphael Medeiros

raphael.jesus@ig.com.br

Fotos: Thiago Ziviani ♥

Apps de Arte: ARART

O Artelocalizada inaugura hoje o primeiro post de uma série: Apps de Arte para iPad e iPhone.

O ARART é um aplicativo divertido que usa o recurso da realidade aumentada para “animar” pinturas famosas.

A lista de pinturas ainda é pequena, mas incluem a Monalisa e Sunflowers de Van Gogh — e ainda há uma surpresa diferente no final. 🙂

Para testar o aplicativo, basta fazer o download na App Store e apontar o seu iPad ou o seu iPhone para uma das imagens cadastradas no site: http://arart.info/museum/

Para quem ficou, como eu, bastante interessado em realidade aumentada móvel, segue um vídeo de uma exposição no Japão que usou esta tecnologia recentemente:

Espero que tenham curtido o primeiro post da série! Eu e @luflorim vamos atrás dos melhores apps de arte, aguardem.

Fonte: Design Boom

Steve McCurry no Hélio Oiticica

O Rio está recebendo uma exposição do grande fotógrafo Steve McCurry, no Centro de Arte Hélio Oiticica, no centro.

McCurry é o autor da célebre foto Afghan girl, que ficou famosa no mundo inteiro após ser publicada na National Geographic.

A exposição Steve McCurry: Alma revelada, abriu ontem e fica até 25 de novembro.

Confira outros incríveis trabalhos do fotógrafo:

Visite o site de Steve McCurry para ver mais de sua fantástica obra.

Centro de Arte Hélio Oiticica
Rua Luís de Camões, 68 – Centro
Tels: (21) 2232-4213 / (21) 2232-2213
E-mail: caho@rio.rj.gov.br
Aberto de terça a sexta-feira, das 11h às 18h
Sábados, domingos e feriados, das 11h às 17h.

Máximo silêncio em Paris

Sábado fui conferir a exposição do artista italiano Giancarlo Neri, chamada Máximo silêncio em Paris, que rolou nessa última semana no Rio de Janeiro, na Praça Paris, Glória.

Ok. A exposição já acabou, mas acho que vale a pena colocar umas fotos aqui e dar apoio para que rolem mais eventos como esse no Rio!

A obra de Giancarlo já rodou pela Espanha, Itália e Dubai e é composta por 9 mil lâmpadas de LED que mudam de cor e intensidade. Resultado? A Praça Paris ficou liiinda!

Parece que Ginacarlo teve a ideia para esse projeto após comprar uma dessas lâmpadas na loja Ikea. Gostou tanto que resolveu encomendar um batalhão de bolinhas.

Quem não teve tempo de descer na praça conseguiu dar uma espiada passando de ônibus ou de carro. O fato é que o carioca parece ter gostado da iniciativa, a praça estava cheia, e tinha até gente fazendo piquenique por lá.

Expo Índia – CCBB

Confesso que não tenho muita vontade de conhecer a Índia e fui a essa exposição no CCBB sem grandes expectativas mas… não é que saí de lá com uma leve vontade de visitar o Taj Mahal e suas adjacências?

Objetos pessoais, roupas, quadros, esculturas, utensílios de cozinha, jóias e estátuas fazem parte da exposição. Tem até uma sala especial sobre a novela Caminho das Índias com vídeos e roupas usadas pelos personagens.

Abaixo alguns cliques das coisas que mais me chamaram a atenção (adorei que podia fotografar).

-{Saris}-

De seda, algodão, musseline… bordados ou não… me apaixonei pelos Saris! São muito lindos!

 
 
 

-{Pinturas com carimbo}- 

E esses tecidos pintados com carimbos? Muito legal! Imagina o trabalho que dá…

Detalhe do tecido de algodão e carimbos usados para fazer esta estampa:

 

-{Utensílios domésticos}-

É só pra quem pode comer em pratos de mármore com incrustações de pedras semipreciosas, hein? Uma graça!

-{Gravuras}-

Foi difícil conseguir chegar perto dessa gravura aqui, todo mundo se amontoando em volta…. ela tem muiiiiitos detalhes, impressionante. Chama “Cenas da vida de Krishna” e foi feita sobre folha de palmeira.

 

Infelizmente só tive tempo de fazer esse post hoje e a exposição acaba amanhã, mas corre que ainda dá tempo de conferir! Vale a pena!

 
 
Índia
12 Out a 29 Jan
Local: Térreo, 1º e 2º andares | CCBB RJ 
Entrada franca
 
Veja o mapa

Brassaï – Paris la Nuit

Hoje fui ao centro do Rio e dei um pulo para assistir à expoxição Brassaï – Paris La Nuit no Centro Cultural Correios.

A mostra é composta por cerca de 100 fotos da Paris dos anos 30, feitas através das lentes do fotógrafo Gyula Halász, (conhecido como Brassaï, após começar a fotografar o cotidiano noturno da cidade-luz). A névoa sobre o Sena e as luzes dos monumentos, além das prostitutas, jovens delinquentes e trabalhadores noturnos foram alvo da câmera de Gyula.

Segundo o diretor geral da Aliança Francesa no Brasil, Yann Lorvo, “Brassaï soube, com genialidade e poesia, captar e desvendar o segredo da luz e da noite. Essa visita em preto e branco nos bastidores da cidade-luz se dá numa hora em que todos os gatos são pardos e o tempo está suspenso para que os segredos e as paixões proibidas possam se expressar, numa versão parisiense inédita da Comédia Humana”.

A foto aí de baixo foi sem dúvida a que mais gostei! Bem poética… névoa sobre o Rio Sena:

Agora se liga na pose super sexy da prostituta na esquina:

Abalou Paris, hein?! Só não me lembro (e não achei na internet) o título de cada foto.

A revista Veja Rio coloca esta mostra como a melhor em cartaz no Rio de Janeiro atualmente. Como além dessa eu só assisti a mais uma (a Índia, no CCBB), não tenho como confirmar essa informação. De qualquer maneira ver fotos de Paris é sempre um bom programa (pelo menos pra mim)!

Quem quiser assistir precisa correr, pois a exposição só vai até domingo, dia 8 de janeiro!! Uma boa dica é ir nessa e na expo da Índia no mesmo dia, porque o CCC e o CCBB são vizinhos!

 

Centro Cultural Correios – Exposição Paris La Nuit

De 24 de novembro a 8 de janeiro/2012
Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro
Corredor Cultural
20010-976 – Rio de Janeiro – RJ
Telefone: 0XX 21 2253-1580
E-mail: centroculturalrj@correios.com.br
Horário: de terça-feira a domingo, das 12 às 19h
Entrada franca
 

Veja o mapa

Passeio em Inhotim

Fim de semana passado fui a Belo Horizonte encontrar uma amiga e realizar um desejo acalentado há algum tempo: conhecer Inhotim!

Galeria True Rouge

Para quem não sabe, Inhotim é um misto de museu e jardim botânico idealizado pelo empresário Bernardo Paz em meados dos anos 80. A propriedade particular  localizada em Brumadinho – MG (cerca de 1h de carro de BH) se transformou no Instituto Inhotim e foi aberta ao público em 2006.

O terreno de 96 hectares, com jardins projetados inicialmente por Burle Marx, hoje abriga mais de 500 obras de artistas contemporâneos nacionais e internacionais como Adriana VarejãoHelio Oiticica e Matthew Barney.

Jardins

Cansou? Pare, descanse e coma uma jaboticaba!

Inhotim é especial porque, além de ter obras especialmente projetadas para lá, o lugar é lindo. Entre uma galeria e outra, você passa por paisagens inspiradoras, lagos cheios de cisnes, canteiros floridos com borboletas azuis voando, passarinhos cantando… é uma loucura!

Galeria Adriana Varejão

Em se tratando de arte contemporânea, muitas vezes a gente olha para uma obra e pensa “Hã???”. Em Inhotim a gente encontra bastante isso, mas também encontra muitas coisas legais e bonitas! No 2º andar da Galeria Adriana Varejão tem um painel de azulejos portugueses que achei bem bonito, e no terraço um banco com desenhos de passarinhos da flora brasileira pintados à mão, muito fofo!

Banco de pássaros na galeria Adriana Varejão

Um dos pontos altos do passeio são as galerias de som! Gostei especialmente da Forty Part Motet, da artista Janet Cardiff. Você passeio por 40 microfones onde, cada um tem gravada a voz de um integrante do coral da Catedral de Salisbury. Eles cantam uma música composta para o aniversário da Rainha Elizabeth 1ª, em 1575, tida como uma das mais complexas obras para coral já feitas. Muito interessante ver as variações de timbre de cada cantor. Dentro das galerias não pode tirar foto, então “roubei” uma do site oficial de Inhotim para vocês terem uma ideia de como é.

Janet Cardiff - Forty Part Motet

O “Som da Terra“de Doug Autkins também é legal. Um microfone que está a cerca de 200 m de profundidade capta os sons de dentro da Terra.  Tinha até gente dormindo dentro dessa galeria, relaxando  e ouvindo os ruídos subterrâneos… rs. Reparem que o vidro das paredes é diferente. Você só consegue ver o que está exatamente à sua frente, o resto fica embaçado.

Som da Terra

A galeria do Matthew Barney é lindinha por fora mas é uma daquelas que se encaixa na categoria “Hã??”- pelo menos para mim. Dentro tem uma árvore de resina sendo carregada por um trator gigantesco.

Galeria Mathew Barney

As bolas de aço de Yayoi Kusama também são interessantes! Elas ficam flutuando sobre um laguinho que fica em cima do Centro Educativo Burle Mrax. Gostei do efeito.

Narcissus Garden - Yayoi Kusama

Close no Narcissus Garden!

Não dá pra conhecer tudo em um dia e isso é só um pedaço do que vi por lá, mas para quem tem pouco tempo indico comprar a pulseirinha para os carrinhos elétricos (custa R$10). Eles levam para as obras mais distantes e te poupam de uma looonga caminhada, otimizando o tempo!

Existem ótimos restaurantes em Inhotim e, perto de cada galeria há pelo menos uma lanchonete, pizzaria ou afim. Eu almocei no Restaurante Tamboril, o buffet sai a R$55 por pessoa, não é barato, mas a comida é ótima! Vale à pena!

Logo na entrada você encontra uma loja de plantas e outra com lembranças de Inhotim e objetos de design, vale dar uma conferida!

INHOTIM
 
Horário de funcionamento
Terça a sexta: 9h30 às 16h30
Sábado, domingo e feriado: 9h30 às 17h30

Valor da entrada
R$ 20,00
Meia-entrada para maiores de 60 anos e estudantes
Entrada gratuita para menores de seis anos.
 
Endereço:
Rua B, 20, Inhotim, Brumadinho, MG, Brasil

De ônibus:
Traslado operado pela empresa Saritur.
Saída Rodoviária de Belo Horizonte (plataforma F2)
 De terça a sexta-feira: saída às 9h00 e retorno às 16h30. 
Nos finais de semana e feriados: saída às 9h00 e retorno às 17h00. 
 

Veja o mapa

Mais informações no site: www.inhotim.org.br

Fotos: Luisa Florim